Do dualismo ao corpo-sujeito


por Keice Granzotto Casarri

O processo de construção do corpo é entendido de forma dicotomizada ao olhar dos filósofos ocidentais. O homem era um ser constituído por partes.

Platão é o marco para a concepção dualista. Ele acreditava no teocentrismo (Deus como centro de tudo), em que a alma é considerada imortal e predominante sobre o corpo. Para ele, existiam dois mundos: o das ideias e o sensível. O mundo das ideias é o da intuição intelectual, das essências imutáveis. O mundo sensível é o dos fenômenos dinâmicos, considerado pelos dualistas uma ilusão da realidade, uma simples cópia. Para eles, a verdade era aquilo que se encontrava no mundo das ideias, como a alma, que aprendia intuitivamente e sem necessitar dos sentidos.

Na Renascença, retirou-se o componente religioso para considerar somente a natureza física e biológica do corpo. Assim, o filósofo Descartes encontrou um ser humano que era todo exterioridade. Diferente de Platão, a ótica de Descartes acredita que o corpo está sujeito às leis do universo e o descreve a partir de uma analogia com uma máquina. Essa ideia mecanicista está ligada ao funcionamento do corpo e  segue os mesmos padrões da mecânica: o corpo move-se pelos objetos dos sentidos e automaticamente, não há intervenção da alma.

Foi no século XX que os estudos fenomenológicos do filósofo Merleau-Ponty contribuíram de forma significativa para pensar sobre o corpo e criou-se uma nova concepção, o corpo-sujeito.

O corpo-sujeito é aquele que precisa ser acompanhado de dentro e não só comandado de fora; é aquele que sente, pensa, percebe e experimenta, que cria e recria sua cultura e expressa a história. Este corpo deixa de privilegiar o lógico e o racional como forma única de pensar o mundo, supera a tradição dicotomizada e entrelaça corpo e mente, razão e sensibilidade, sujeito e objeto do conhecimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: