Dança de salão e semiose


por Keice Granzotto Casarri

Enquanto um praticante de dança de salão insistir em só contar passos e mentalizar partes de um movimento, ele ainda não aprendeu a dançar. A dança exige mais, e este “mais” é realizado com o corpo do que se é. São movimentos com historicidade construídos a cada momento, quando o ser flui, se abre e se deixa modificar a partir das possíveis interações.

 A condição do corpo que dança é resultado da experiência perceptiva. Perceber é estar diante de algo, no ato em que acontece. O sujeito está imerso no mundo, simultaneamente produzindo e sendo produto da experiência.  Assim, ele se torna uma linguagem de possíveis transformações.

Para Peirce, não há separação entre percepção e conhecimento. […] todo pensamento lógico, toda cognição, entra pela porta da percepção e sai pela porta da ação deliberada.  […] a cognição e, junto com ela, a percepção, são inseparáveis das linguagens através das quais o homem pensa, sente, age e se comunica (SANTAELLA, 1998).

A dança “[…] respira a polissemia de um ambiente […] e tal como todas as criaturas que misturam chão com estrelas, precisa fabricar semânticas” (KATZ, 2005). Pela semiose, o corpo tem chance de continuar levantando outras possibilidades de movimentos. O processo permanente de aprendizado na dança de salão faz com que o indivíduo aprenda por contaminação e partilha. E isso, em grande parte, se dá graças à produção do movimento como signo.

Algumas pessoas somente segmentam sua dança na tentativa de acertar os passos previamente ensaiados e codificados, mas também existem as que se deixam envolver. Essas são tomadas completamente pelo ato de dançar. Ao mergulhar na aventura de vivenciar a dança de salão, não basta reproduzir os movimentos adequadamente, é preciso ter outras percepções e sentidos para conseguir ultrapassar um simples conjunto de movimentos já estruturados. Um estímulo inicial permite ao individuo, a partir do seu repertório, construir inúmeras relações interpretantes e gerar novos signos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: