Não são só fadas e gnomos


por Keice Granzotto Casarri

O mundo da dança sempre me pareceu como uma floresta mágica, onde viviam fadas de asas brilhantes e gnomos de bochechas rosadas e nariz empinadinho. Surpresa foi descobrir que há outros habitantes. Só recentemente me dei conta que, nesta floresta, ainda vivem criaturas horrendas e bruxas, com direito a verruga no rosto e tudo mais.  Eu vi, ao vivo e a cores.

 A vida sempre aplica lições preciosas e, nos últimos dias,  aprendi que na dança também existem seres cheios de sobranceria menosprezadora.  É como o ditado diz: por fora bela viola, por dentro pão bolorento!  São  poços de arrogância, presunção e empáfia obscura, que se sentem a última “bolacha do pacote” e cuja índole e nível não chegam nem perto do que  julgo aceitável, mas não me preocupo, sei que a lei do retorno se encarregará. Toda ofensa que disseminam e todo mal que causam, a vida cobrará.

Essa, apesar de não ser uma mensagem tão agradável de ler, é muito relevante e serve como alerta. Assim como eu, mais cedo ou mais tarde, vocês vão se deparar com essa espécie que carrega o vício dos tolos: “o rei na barriga”, e que se acha melhor que o resto do mundo, como  pessoa e dançarino(a) – pura ilusão! Pensam que dançam muitoooooo, mas normalmente  falta tudo, principalmente elegância!!! . Quando cruzarem com esses indivíduos, um conselho: logo que os identificarem, deixe-os bem longe. São pessoas pequenas em grandeza de caráter, alma e espiríto. Como dizem os espanhóis: “es pura basura!”.
Se esforcem para ficar perto das pessoas de bem, verdadeiras, que levam a vida baseadas em princípios, dançam com o coração e olham para esse universo como filosofia de vida. O resto? É só reto. E ninguém nunca precisou de restos para ser feliz!

Anúncios

2 Respostas

  1. Boaaaaa, um recado bem dado com muita classe!!!. Infelizmente na dança também há gente mesquinha e invejosa. Não sei o que fizeram para você, mas saiba: esse tipo e gente se “enforca” sozinha. Não se desencante, mas fique esperta mesmo!

    • Alan,
      Cada um oferece, aos outros e ao mundo, aquilo que tem por dentro. Quem oferece o mal é porque é mal resolvido consigo mesmo! Você tem razão, nada é mais poderoso que o tempo. É ele que entrega a cada um aquilo que merece!
      Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: