Ritmos

por Keice Granzotto Casarri

O primeiro ritmo que costuma ser ensinado nas escolas é o Bolero. Trata-se de uma dança de origem espanhola, tranquila e afetiva, executada com músicas românticas, movimentos sutis e sensuais de aproximação e afastamento. Os passos são básicos. Caminhadas e giros possibilitam rodar diversas vezes pelo salão.

O Cha-Cha-Cha foi criado pelo violinista Enrique Jorrín para acompanhar a música “La Enganadora” e se popularizou na década de 50. A dança é derivada do Mambo, tem origem cubana e é composta por três passos rápidos e dois mais lentos, que formam o movimento denominado Chassé. O Chassé foi o responsável por originar o nome da dança, pois quando os dançarinos executavam o passo, o som que os pés produziam no chão pareciam gritar Cha-Cha-Cha.

Oriundo das melodias de raízes africanas, o Samba de Gafieira nasceu e se desenvolveu no Rio de Janeiro nas primeiras décadas do século XX. É a dança do molejo e da malandragem. Um dos aspectos mais marcantes é a atitude do cavalheiro em relação à dama. Ele abre espaço para que ela possa se exibir no salão, mas está sempre protegendo-a. O passo básico é realizado com o deslocamento de um pé na frente do outro, como se uma perna escondesse o movimento da outra.

De caráter jocoso e sensual, o Forró é de origem nordestina. Surgiu da combinação do arrastar dos pés dos índios e o balançar dos quadris africanos. Na base são dois para lá e dois para cá. Quando o ritmo é mais lento o casal dança com poucas evoluções, em um ritmo mais acelerado surgem as variações de passos e giros.

Não se sabe ao certo quando apareceu o Soltinho na dança de salão, mas o ensino nas escolas pôde ser observado a partir da década de 80. É um gênero muito divertido e movimentado, que surgiu da mistura de alguns ritmos como o Swing e o Fox. O estilo é energético e firme, mas o contato corporal não está muito presente nessa dança. O cavalheiro posiciona-se de frente para a dama e a conduz pelas mãos.

A Salsa tem sua origem no Son Cubano, conhecido por Son Montuno, dançado na região rural de Cuba e tomando conta das pistas na década de 50 e 60. Há controvérsias quanto ao surgimento do termo Salsa. Alguns dizem ser uma metáfora, que designa um tipo de mistura, como nos molhos de cozinha. Outros afirmam que tal terminologia deriva de um anúncio de um tempero que patrocinava os programas que difundiam este tipo de música. A postura dos pares ao dançar é suave, mas os movimentos são mais exagerados, dando continuidade e sincronismo à dança.

Zouk significa festa em Crèole, um dialeto franco-africano. A dança é de origem caribenha, praticada principalmente nas ilhas de Guadalupe, Martinica e San Francisco. Pesquisadores acreditam que a base rítmica pode ser descendente da cultura árabe, mas nada está constatado. Basicamente, dança-se o Zouk com a troca de peso nas cabeças dos tempos musicais. A dança exige muitos movimentos de quadril e cabeça. No Brasil, o Zouk é sucessor da Lambada, com passos que foram adaptados ao andamento e estilo da música.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: